segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Desde que partiste


****Meus queridos...ontem estava no msn com minha querida amiga/prima/irmã Ana escrevendo uma letra de música....e me surgiu este poema que vou mostrar a vocês.Confesso que estou insegura com ele...com medo de que pareça um tanto quanto dramático demais....mas como a Ana me disse...''escrever tem seus riscos'',então eu vou correr este risco...afinal escrever para mim é uma terapia incrível...eu exorciso meus demônios,ponho em palavras minhas alegrias e até minha raiva......

Chega de falar...espero que vocês gostem.....


DESDE QUE PARTISTE


Desde que partiste
metade de meu coração fugiu de mim....
os dias passam devagar...parece que me falta o ar
sem você meu riso outrora feliz
agora é só tapa-buraco....

Desde que partiste
vejo você numa mesa de bar com os amigos
ou numa conversa sobre cinema...
você está entranhado em minha pele como o perfume que uso,
está nos carros,nas avenidas,nas letras deste meu lamento

e agora,como eu vou seguir
se você foi aquele que em preces esperei?
se dei meu coração pra você
e junto também levastes a minha alma?

Como proseguir sem ti,se vc está em meus sonhos,
em minhas manhas,em meus delírios??

Pra vc dei minha carne com todo o prazer que havia em mim,
te devotei minhas alegrias,te escondi minhas tristezas
te protegi como jóia rara...

e desde que partiste
os dias se resumem a novamente te esperar...
mas também vou tentando me reerguer,me resignar....

Afinal a libertação não é também uma forma de amar???

28 comentários:

Aninha disse...

Booom ... esse é especial não só pq o vi nascer. Ele também faz parte de mim pq ele vem de um sentimento compartilhado por nós duas ... de um momento daqueles em que nos intendemos com tão pouco. simplismente lindo e meu xodozinho hahaha. Eu o sinto de uma forma única ... e quanto a trilha sonora escolhida: SEM COMENTARIOS. Amo vccc!

Francisco disse...

Joyce Fernanda!! rs

Dizer que o poema é lindo, é cair no lugar comum.
Ele é "maravilhoso", e especial. Tão especial quanto vc.
Espero sinceramente, que a pessoa à quem foi dedicado, seja também especial, e o faça por merecer.

Um super beijo!

tossan disse...

Quando tu pastistes
não odiei o tempo
e nem reclamei da chuva
apenas da saudade...

Nada de dramático. Gostei! Não pare de escrever. Beijo

Gleidston disse...

vejo você numa mesa de bar com os amigos
ou numa conversa sobre cinema...

Eu achei maravilhoso essa viagem nas suas palavras. Respirar a saudade, é para quem sabe dizer em palavras seus sentimentos e voce soube fazer isso muito nesse poema, Parabéns!

Beijocass menina Joyce.

Filipe disse...

ciumes de vc com a Ana..
hahahaha
Que lindo adorei !
beijos tudão

Franciellen disse...

Goteeeei...Pakas

Mateus Luciano disse...

muito bem achei de primeira ótimo
e sem contar que é sua primeira vez né
ficou super bom mesmo..
ah sim sua foto do blog no inicio da pagina e muito especial expo~e seus olhos que por sinal são lindos

Tony disse...

Tristes palabras, imagen muy buena...saludos

Ricardo Calmon disse...

Anjos garimpando,sob acordes de Good Bye Philadelphia,avec fones auriculares,sorvi you!olhos teus de através yes!tu és escriba ,minina doce,mui me alegraria,estrela tua,em feminina minina forma,shine em campos meus de girassois!
voce é vida!
enjoy!
viva la vida!

D.Ramírez disse...

Carambaaa Joy, ficou lindo o poema, musica seja oq for.
Sabe, vc escreve bem de formas diversas, com sentimentos, paixão, mesmo quando não está bem..
Dá uma belissima música, poema, letras, verdades
Adorei;)

BEsos

Manuela Santos disse...

Olá Joyce,
Menina mas foi a primeira vez? Ou foi a primeira que postaste?
És muito espontânea, na forma como escreves, esse coração está mesmo triste e ferido, não é dramático, aprendi com os brasileiros, que quando não dá, o melhor é dar a volta por cima, né?
A musica está muito apropriada.
Beijinhos e já sabes tens que continuar poetando, até porque isso é uma foma de catarse,
Manú

Ricardo Calmon disse...

Puxa Joyce Shine,minina dos olhos ônix,fui tão simples em meu sentir de vc perceber,de auscultar sensibilidade em filigrana sua,como se pétalas fossem,como roteirista e autor,entre mazelas profissionais outras,detecto as flores e intensidade de suas cores,you é escriba,NATA,desenvolva isso isso isso,hehehe!e antes das botas minhas se juntarem,viver obra ua ,em prissional verdade forma!Voce é dez,aprimore-se,a base da cultura,a fundamentação da competencia, é ler,ler e ler,jornais,livros,and sentir,sentir e sentir,yes,tens uma vida pela frente,docê pra voce,é pegar ou largar!mama mia,incorporei o zé arigó e prevendo as coisas mais uma vez estou!cruz credo,mangalô tres veiz!aleluia !yes!sorria,ria,chore,viva vida sua,mas...perceba...passa rápido ela,pares sanguíneos seus falar já devem ter,não?bzu na mente shine suqa,minina miguxa nossa!

VIVA A VIDA

LOUCO EU? NANANINNANÃO!
PELA VIDA???YESSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS
BYE!RSRSRS
CUIDE-SE PESSOA CARÍSSIMA!

Livinha disse...

Menina, sabe que as vezes pinta uma vontade imensa de te dar umas palmadas?
Por que será em Joyce????
Você não acha que tá jovem demais pra ficar sem esperança?
Toda panela tem sua tampa,
o que é do homem, o bicho não
come, tua batata tá assando,
creia e caminhe, brinque, apronte
e não esquenta, que a vida cuida de tudo, sem que a gente se der conta. Pode apostar, que ainda vais rir de tudo isto e assim irá dizer ao olhar para trás:
Como fui boba...

Linda, relaxa viu!

adoro tu
Bjss linda miga
obrigada pelo carinho sempre
comigo, tão meigo, tão lindo
Bjss de mim
Livinha

Ricardo Calmon disse...

Mui mmais que esritora ara mia,uma roteirista,dramaturga,diretora e ou de tv produtora,uma dramaurga,acuerda mininaaaaaaaaaaaaa

Ricardo Calmon disse...

Cultura, querubin dos negros olhos,absorve-se,não se aprende,mininiha essa que em voce ainda habita,a dagora a partir,brotou,pois já esccriba és,daí apartir é com voce,devagar diariamente,em interação em blogs nossos,passarei para vc,pessoas divinas em artes mil ,dominantes e de absoluta simplicidade!huhuuuuuuuuuuuuuuuuuuu quiero ver vc crescer,isso é tudo que de vc quero,tão simplesmente,tudo o que te falo,em formas infinitas é missão minha ,de campos de girassois meus através,perceba os comentarios,a gratuidade de aprendermos,uns com os outros!
bzinhussssssssssssssssssssss

viva la vida.escreva toda hora,amo issu issu issu!yessssssssssss!

viva la vida!

Ricardo Calmon disse...

Olá minina poeta ,dos olhos ônix,que dia esse se abra em cardíaco seu,de maneira terna e doce,como é voce,from Ipanema,de laptop em algibeira minha,entre as pedras do Mar do Arpoador,ti escrivo,e da brisa de mar esse ,te envio ternura e girassois de campos meus,da amizade ,solidariedade e força do viver!

bzitus

teu amigo ,velho mininu!
rica!

Rafael Castellar das Neves disse...

Eu acho que é sim...uma das principais, inclusive...libertar-se permite amar a si mesmo, do jeito que se é...uma necessidade primordial para outros amores...

[]s

Ricardo Calmon disse...

Eyes ônix :

perceba:
tua vida ,yess agora começa ! se liga !e vamos que vamos ...a vida viver and escrever!
huhuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu

vidaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Olá.

Primeira visita ao seu espaço de sentimentos, e já encontro este lindo poema,
cheio de sentimentos e verdades.

É isto que faz palavras terem sentido e fazerem diferença na vida de alguém.

Um final de semana de muita inspiração.

Helena Castelli disse...

Tudo se vai com o vento... Até as palavras ditas se vão com os ventos... Enfim um grande amor
também passa como o vento, deixando saudade dos bons momentos e se vai pra jamais voltar. Tudo passa, como o vento passa.

Beijos de bom fim de semana.
Helena

meus instantes e momentos disse...

que bom voltar aqui...
Maurizio

Paulo Tamburro disse...

JAMAIS ESQUEÇA: A FILA ANDA !!!

UM ABRAÇÃO CARIOCA.

Francisco disse...

Amiga querida!
Obrigado pelo seu apoio e opinião.
Respondi a vc, lá no blog.
Super beijos!

Fatima disse...

Oi querida!
Lindo poema!
bjs.

Silenciosamente ouvindo... disse...

Foi um estado de alma apenas e um
poema ou as duas coisas? Só você
saberá.
De qualquer forma a parte final
do poema já dá a orientação.
Continui a construir poesia.
Bjs./Irene

dand disse...

Oi Joice, vi seu coments no meu blog, obrigado pelo carinhu...
bm, com relação ao seu poema, eu achei mais parecido com uma carta de lamentação, perfeito, pq vc colocou seus entimentos em cada palavra..

um bjão.
Dand.

Ricardo Calmon disse...

Amada amiga Joyce ,uno somos ,em solidaria amizade essa!

Viva La Vida!

te amamos pessoa caríssima!

viva la vida!

Alline disse...

Amiga...amei o poema vc consegui escrever sentimentos...os mais profundos que quando lemos nos indentificamos mesmo que por um momento atual ou passado...parabéns e continue nos prestigiando com suas doces palavras!