quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Náufraga!


***Esse texto eu fiz em Belo Horizonte...onde estou passando minhas tão planejadas férias...Ele é muito importante para mim....Gostaria que,quem comentar,me diga como vai meu jeito de escrever....para eu ter um termômetro de como vai minha escrita^^Adoro críticas...pois a gente aprende tbm com elas......***Beijos para todos^^



Foi de repente que ele aconteceu em mim. Foi de surpresa, espanto.

Foi num olhar arrasador que o ganhei, foi bom, foi tudo... inclusive erro. Erro que se repetiu, erro que se repete.

Foi em uma noite de verão que eu o vi de novo, foi instantâneo o desejo que brotou em mim. Tremores em meu corpo, suores em minha mãos... puro ímpeto, enorme tesão. Primeiro um abraço cordial e um convite para uma visita em sua casa. O meu corpo respondeu por mim, e aceitei.

Chegando lá seu olhar já não era cordial: Era um olhar feróz, daqueles que te deixam em brasa. Se fez de comportado, me chamou para sentar... fez gracejos, jogou palavras ao vento... mais do nada e como um lobo sorrateiro, voou em mim sem pedir minha permissão.

Daí se seguiram puxões , agarros, arranhões. Foi além do esperado: Foi selvagem, explícito, foi gostoso.

Mas de repente aconteceu em mim um banho de realidade. Depois do sexo percebi quem ele era, ele se mostrou nu para mim. E não mais que de repente, eu acreditei que ele deveria estar sempre vestido para mim, como em meus mais castos sonhos... porque ao se despir ele se mostrou superficial... ele se mostrou um açougueiro; Ele fez de mim o seu pedaço de carne, objeto de um desejo reprimido.

Ele aconteceu de novo como surpresa e espanto. Nas ondas do meu corpo ele surfou; Na minha superfície. Agora eu sou uma naufraga porque quis que ele mergulhasse fundo em mim com profundidade... me enganei.

Estou nadando na praia em que eu mesma escolhi me afundar,estou afogada pelas águas da decepção!

25 comentários:

Viviane Moraes disse...

Seu texto está bom, quando mais vc põe emoção, melhor ele fica..

Bjão..

D.Ramírez disse...

caracas Joy, que texto forte e como disse a Viviane, quanto mais vc poe emoçao, melhor fica..
E ficou, pq esta envolvente.
Parabens.

Besos

Eu® disse...

Dadivosa magnânima,

nesse caso nao acredito que uma pessoa naufraga sozinha nos mares da paixao intensa, da entrega, do ápice do prazer.

Nao há um mergulho desses, se ambos nao tivessem mergulhado.

Tem coisas que a gente se permite, e momentos assim sao apenas permissões para o próprio ego.

E vc ainda queria ser uma ´vaca` (lembra?) :))

Eu® disse...

Nao agradamos a gregos e troianos, é impossível. Acho que o que escreve é bom, vc sabe muito bem se exprimir e seu português é bom.

Vanessa. disse...

Minha querida, estou de volta :)

Emerson Souza disse...

Eu achei muito envolvente...tão envolvente que estou "P da vida" com seu surfista. Rs.
Bjus.

tossan disse...

Muito bom texto! Mas antes de se afogar envia a foto!rs..
Tira as letrinhas dos comentários, facilita. Bj

Celamar Maione disse...

Joyce, minha linda ,

Escrever é reescrever. Quanto mais você escrever, mais malícia de texto você pega. Escrever é um exércicio contínuo e intenso.
E você gosta. Faz bem !
O texto é erótico e ao mesmo tempo romântico. Mistura explosiva !
Gostei.
Grande beijo

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Joyce...belo texto de emoção...Espectacular...
Beijos

Tatiana disse...

Nossa... fiquei aqui imaginando a entrega...a paixão...a decepção!
Seu texto nos leva a encarna-lo.

Só espero que seu coração esteja bem e em pazz na Grande Belo Horizonte... minha cidade que amo de paixão!

Um super beijo carinhoso para você!

Mai disse...

Oi, qurida.

Gostei do texto.
Tu me segues e vez que outra passo aqui para te ler e gosto disso. Não faço por pseudo obrigação.

Toda paixão é feito um flash, um átomo.

Só precisamos nos cuidar.

beijos,

Cuide-se bem por ai.

kellen valeska disse...

oie..

Ses textos estão fortes!Com bastante emoção,faz meio q agente se sentir como se estivesse na cena!hehe=)

bjo;)

caurosa disse...

Olá minha querida amiga Joyce, muito bom, seus textos são cada vez mais puros, claros e mostram os sentimentos com leveza e simplicidade. Parabéns. Os naufragos do amor são pessoas heróicas, lutaram bravamente e sobreviveram. Seguir à frente, pois, navegar é preciso.

Muita paz, harmonia e mais inspiração em sua vida.

Forte abraço
caurosa

Lê... disse...

Uau!!Muito bom,Joyce!Voce escreve muy bem,eu gosto muito.Parabéns.

Linda,tem presentinho pra vc lá em casa...rs

beijos

Jessica disse...

Tipaaaássim ..
Essa neGa teim um talento Qe PqP!!


"Baseado Em Fatos Reais!"
Te amo prima ...

Tatiana disse...

Obrigada Joyce pela presença em meu blog!
Desejo uma semana muito especial para você!

Um beijo carinhoso

Philip Rangel disse...

Gatinha vc penso foi em mim ne..seu mineirim aki pra vc escrever ne.....
aa se nao foi...eheheh....

de mais mesmo...fico show de bola...vc colocou verdade nele..a cada dia vc surpreende mesmo..

bjao gatinha.....

Carlos Barros disse...

Gostei muito de tuas linhas, sem circunlóquios ou palavras rebuscadas, prende-nos em teu pretendido.

Bom encontrar mais um espaço de esmero bom gosto.

Abraços!

D.Ramírez disse...

vom ler os comentarios, e tbm comentar sobre o naufragio, o blog tbm? ta demorando muitoooooooo pra postar de novo.rs

Outra coisa: Pela mor..oq significa:
circunlóquios??????

rsssss

Besos

Eu® disse...

Ê Dadivosa,
tava com saudade de vc, nao apareceu mais pra tomarmos aquele cafezinho hihi

Pra vc ver amiga, relação sexual insatisfatória tem em todo lugar do mundo, pra vc ver!

Na verdade, só tô aqui pq maridoso é daqui, e nao sabe uma palavra em Português, e para aventurarmos aí sem ele nem saber, íamos passar mal bocados $$$

A vida é linda Dadivosa, a vida é linda.

Bjoca

Tony disse...

Cada vez você escreve melhor, segue assim...saudações

tossan disse...

Jazz e vinho?! Não exagere, nos dois! Mas são ótimos, não são? Bj

Para ser grande,
sê inteiro: nada
Teu exagera ou exclui.
Sê todo em cada coisa.
Põe quanto és
No mínimo que fazes.
Assim em cada lago a lua toda
Brilha, porque alta vive.
Ricardo Reis

mundo azul disse...

____________________________

Forte a sua escrita...

Após o naufrágio, nada nos obriga a ficarmos deitadas na areia, deixando que o sol e o sal cozinhem a nossa pele...

Beijos de luz e carinho, amiga!

__________________________________

Mustafa Şenalp disse...

çok güzel site. :)

Verônica disse...

Passando para saber sim você...
beijoss
beijosss
beijosssss