sábado, 10 de julho de 2010

Overdose .... (reprise)


Hoje vou fazer como há tempos não fazia,e reprisarei um de meus textos...o escolhido foi postado há um ano...em julho de 2009...e hoje,junto com a reprise,uma música que acho que combina com o texto...do Portishead,banda que eu amo. Espero que vocês gostem.... beijos a todos ^^


OVERDOSE


Os sentimentos se misturam em mim. Novamente você é meu tema preferido, a razão de eu estar aqui escrevendo.
Ver você só faz atormentar minha mente; É como assinar um atestado de insanidade. Ver você acaba comigo, me sinto dependente de uma droga pesada da qual não consigo libertar-me.
Sua energia me paralisa, mexe com meu humor, altera a minha fala, meu andar, os meus sentidos... faz minha pele corar.....
E eu me pergunto o porque de tudo isso.Mas é em vão!
Uma vez que vejo você já sofro abstinência, já te quero ter, tocar, amar... Mas eu não posso. Só tenho a mim e ao meu desejo violento de querer-te,de conseguir ao menos uma dose real de você;Viver uma simbiose de ti.
Toda noite quando me vejo só,a uma estranha fraqueza toma conta de mim,e num rompante de loucura e estupidez minhas sensações se misturam à minha lembrança de seus lábios,seu cheiro e sua voz.....E já não posso evitar:me entrego a overdose que você me traz ,me sinto entorpecida,frustrada...e tudo o que posso esperar é por uma próxima dose.




Give me a reason to love you
Give me a reason to be... a woman
I just wanna be a woman
It's all I wanna be, it's all, a woman.....

12 comentários:

tossan disse...

São horas absurdas de bom! Overdose. Beijo

@philipsouza disse...

Eu me perco nesse tunel do tempo que vc faz. Sinceramente todo blog devia fazer isso nos escrevemos muito bem e sempre o leitor procura algo que se destacou a mais...

HORAS ABSURDAS mesmo...

bjaooo

Cecília disse...

Aaah... eu gosto desse. Lembro bem dessa epoca. Ele se encaixava muito bm nas nossas vidas...

Filipe disse...

nunca tinha visto esse, gostei d +
essa overdose louca que me consome..
kkkkkkkkkkk
Beijos!!!
Liiinda Maravilhosan!!!

Livinha disse...

Lembro-me bem desse teu texto
mocinha...
Se retornas é porque reprisas
as sensações?
Ah esse sentimento que faz a gente
parar tudo...

Mto profundo....

Bjs

Livinha

Manuela Santos disse...

Olá querida Joyce,
Ó tempo volta para trás!?... Sentimentos actuais similares? Não conhecia o texto e gostei bastante, essas emoções são tão reais!...
Adoro essa música.
Beijinhos «gatinha».
Não fique triste não, eu amo você!
Manuela

Rico Salles disse...

Essa dependência é mesmo terível. Bj!

Viviane Moraes disse...

Não tinha visto, estou vendo agora..
Uma dose de orvedose..

Beijos.sz

Livinha disse...

Joyce querida,

É na fotografia que não se revela
que está contida magias e encantos
que se mostram apenas nos sentidos...

Tem um selinho pra você em meu
recanto.
Obrigado pela sua presença amiga...

Bjs

Livinha

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga.

O outro faz brotar em nós
o amor que nos dá sentido.
Mesmo quando traz dor,
vale a pena.
E como vale a pena...

Dias de paz para ti.

nas entrelínguas disse...

Poesia em ébria prosa, que causa dependência... muito legal, Joyce!


Obs: Perdoe a ausência...acho que é porque anda tudo bem =) Meu casulo é o caos, é nele que me faço poesia, mas na falta dele sou mero espectador das palavras alheias. Entretanto sei que o caos está aqui, dentro de mim...e com desdém que só ele tem, se diverte à me imitar e finge também(mas nem tão bem). Em breve novidades para além das entrelínguas, preciso de amplitude, desnudarei o caos!
Abraços.

Lou Albergaria disse...

É MUITO BOM CONSEGUIR DESEJAR ALGUÉM ASSIM...

Quando sentimos o coração vazio é tão ruim... Acredito que é muito "melhor" sofrer por amor do que não ter amor nenhum e ignorar qualquer um que tente uma aproximação...

Saudades dos seus textos!!!!

Beijos!!!