domingo, 4 de julho de 2010

Um poema,Uma canção


Passando por aqui para postar um poema que me é muito,muito especial e pertinemte neste momento.O poema é do Juliano Beck, do blog
http://nasentrelinguas.blogspot.com/

Obrigado Juliano,por me deixar usa-lo ^^

A canção é da Tiê,e acho que não preciso dizer mais nada.....

Espero que gostem...e logo volto,quem sabe com a inspiração que ainda anda em falta^^


CONSIDERAÇÕES SOBRE RELACIONAMENTOS:

acabar
dói,
pois
leva
ponto.
prosseguir
dói
3x + = te ver mais!

se
não
entendeu
de
pois
te
do
(is)
pontos
de
fuga:

afinal
tudo
finda
n'algum
ou outro
ponto
(de vista)

13 comentários:

Lester disse...

Para dor de amor o tempo é a unica cura. E no final, o que importa é valer a pena

nas entrelínguas disse...

Eu é que te agradeço! E fico feliz que minhas palavras tenham alcansado a sensibilidade de alguém =)
Pois é, tudo muda
em algum ou outro ponto
(de fuga)
n'uma explicação...
Tudo finda
nalgum ou outro ponto
de vista
e interpretação...
mas nem tudo passa
em algum ou outro ponto
regressa
para o coração!
A gente aprende com o tempo
à passar
O tempo tudo cura
cura o tempo todo
Chegará um dia em que o todo
vai curar o tempo!

Abraço pra ti, Joyce =) E mais uma vez obrigado!

Luigi disse...

Gostei muito do poema e a música casou perfeitamente com a dor e a busca pelo equilíbrio.Abraço!

Cecília disse...

Lindissimo poema.

tossan disse...

O poema e a letra da música eu gostei muito! Beijo

Filipe disse...

Lindo poema e a musica tbm;
dor de amor é a pior mas um dia ela sempre passa pode demorar 3 meses 6 ou até 1 ano mas ela passa e depois vc olha pra trás e vê como aprendeu com aquilo tudo e como está maduro pra seguir em frente...
Beijos!!
Adoro vc fidalguinha.. hahaha

Manuela Santos disse...

O mundo é grande e cheio de oportunidades, começamos e recomeçamos a todo o momento!...O amor surge sem pré-aviso e levanta voo sem nos avisar, ele quer lá saber da nossa dor!...
Não mergulhemos na sombra do que passou, as janelas têm que estar sempre abertas para o que há-de vir!...
Joyce vc não é triste, vc tem uma tristeza passageira, sorria, o seu sorriso é lindo e quantos não andam por aí a precisar do seu sorriso.
Não se prenda, tenha experiências, um dia o amor gritará mais alto!...
Beijinhos querida,
Manuela

Viviane Moraes disse...

Dor de amor acho que não tem cura mas "me despeço", esse amor já foi longe e procura estar certa de mim mesma...
Ameiii a musica, muita linda ^^

Bijão.. fica com Deus

Livinha disse...

Joyce

Saudades daqui.
Perdoe o silêncio, como boa anfitriã
ando fazendo as vezes, no abraço
amigo da parentela que me visita.

Logo estarei de volta para a caminhada precisa, nesta blogosfera tão querida
que me promove o encanto.
Isto é paixão minha querida, laços se apertando, para o alcançe seguro do amor...

Um grande beijo
Fica na Paz
Livinha

Rico Salles disse...

Oi, passo um tempinho sem vir aqui e quando volto vejo que o bom gosto continua intacto. Bj!

Daniel Donson disse...

Hi baby girl! genial o peoma joy! Espero que vc esteja bem e esteja linda! Sim, eu faço isso e vc deve fazer o mesmo. Terminado o relacionamento, vc precisa cuida de VC! Fique linda, vista o seu melhor salto e saia para se divertir com seus amigos! Nada supera o apoio dos amigos, é isso que facilita as coisas! No mais, que tenha sido eterna enquanto durou a chama. Bjs gata!

Trago Versos disse...

Ah! Eu tenho todo orgulho do mundo em comentar nesse poema do meu amigo Juliano, ele sempre tem algo a mais a falar... Que bom joyce que você gosta dele.
Ah e a canção também é linda!
Beijão

D.Ramírez disse...

Super show de escrita e design de tipologia ;)
Saudadokas de ti
besos